Você não é a igreja, você é parte da igreja, você é um Cristão!




John Stott em seu comentário do livro de Efésios diz: “Ninguém pode emergir de uma leitura cuidadosa da carta de Paulo aos Efésios com um evangelho privatizado ou privado. Efésios é o evangelho da igreja. A carta estabelece o propósito eterno de Deus de criar através de Jesus Cristo um povo que se destaca em relevo brilhante contra o fundo sombrio do velho mundo”.


Eu não sou a igreja e você não é a igreja. Você é parte da igreja. A palavra κκλησία ( ekklesia ) significa "assembléia", e não, você não é realmente uma assembléia. Você é um cristão. Se você é um cristão, você tem que ter Cristo como o teu Senhor. Onde está o seu Senhor hoje? Ele descreve a si mesmo como caminhando entre  as assimbléias locais: “E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro.” - Apocalipse 1:12-13 – segurando seus pastores na Sua mão direita: “O mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro. As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais, que viste, são as sete igrejas.” - Apocalipse 1:20


Por entre as igrejas, entre as assembleias, valorizando (segurando em suas mãos os seus pastores) – Por que Jesus é descrito assim em relação a igreja? Porque seu coração está sobre ela e Ele a define. Isso é a igreja, assembleia local de cristãos, pastores... onde a Palavra é pregada, a disciplina exercida como ordena a Bíblia... Cristo amou e se entregou por ela: “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” - Efésios 5:25 – Você não está ligado a ela, trabalhar nela e orar por ela? Dizer: “Cristo é o meu pastor e eu não preciso...!” – É mera bobagem se o que você está dizendo contraria o ensino bíblico. Quando subiu, Ele deu pastores a igreja ( Efésios 4.11)


Muitas pessoas justificam com críticas e não com argumentos bíblicos viver e ter comunhão com uma igreja local... os argumentos são:


Mas eu tive experiências ruins na igreja (razão acompanhada de detalhes e muitas variadas histórias)!
Mas é muito difícil encontrar uma boa igreja!
Mas eu tenho dificuldade e é difícil para mim me relacionar com as pessoas!
Mas as igrejas às vezes não são simpáticas e acolhedoras!
Mas eu conheci pastores ineptos e incapazes!
Mas Deus jamais me levou a uma igreja local, apenas a internet!
Mas as igrejas muitas vezes não são “relevantes”...


Sejamos sinceros, todas as desculpas juntas tem uma falha fatal. Cada uma delas vê a vida cristão como um processo de negociação para ver se é um bom negócio para mim ou não... cômodo ou não...


Ou seja, não há sequer uma tentativa séria e honesta de mostrar que o propósito de Deus é a não comunhão, o evangelho privado, a não-igreja... Deus diz claramente que o propósito é que estejamos envolvidos, pessoalmente, em uma assembleia local? A resposta tem que ser que , sim... mas então depois a pessoa acrescenta ...mas!


Agora um raciocínio assim seria adequado se Deus fosse um colega debatendo conosco como se fosse nosso colega... mas é totalmente inadequado se Deus é nosso Senhor e nós seus escravos. Nós não debatemos com Deus se a igreja é uma boa ideia. Qual é o teor da nossa relação com as Escrituras? “Se você me ama” – o que? – “Se você me ama você vai me dar uma chance de convencê-lo de que o meu caminho é melhor?” – É isso ou assim que você leu? Mas está escrito: “Se me amais, guardai os meus mandamentos.” - João 14:15


Amar a Deus não é esperar ser fácil, livre de stress e então dar o nosso aval as “sugestões” dEle. Paulo depois de descrever todo o sofrimento exterior em sua vida completa dizendo: “Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas”2 Coríntios 11.28 – Não! O envolvimento de Paulo com a igreja de Cristo não era simplesmente algo confortável que se encaixava em sua vidinha já determinada por ele como seria.


Se você diz que não precisa estar em uma assembleia local, você diz que é mais esperto do que Jesus, o que na verdade é a mais pura loucura! Cristo disse que o segundo grande mandamento é amar o próximo (Mateus 22.39) – E mandou Paulo te dizer que o seu irmão, membro da igreja, é o próximo em primeiro lugar (Gálatas 6.10). É aí que você toma toda a rica doutrina mostrada em Efésios 1-3, e a vive em comunidade  - Efésios 4-6.


Por isso John Stott disse como citado no início: “Ninguém pode emergir de uma leitura cuidadosa da carta de Paulo aos Efésios com um evangelho privatizado ou privado. Efésios é o evangelho da igreja. A carta estabelece o propósito eterno de Deus de criar através de Jesus Cristo um povo que se destaca em relevo brilhante contra o fundo sombrio do velho mundo”.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Adoração!

Flickr Photostream

Sermões!

C. H. Spurgeon