Um amor que só os Regenerados abraçam!




Dores, tristezas e aflições são  provas do amor de Deus por nós.


Paulo diz que somos “mais que vencedores” – em todas essas coisas – A maioria das pessoas têm a ideia de que a vitória ocorre quando estamos vivendo vidas que estão livres de problemas, aflições e angústias. Paulo diz que a realidade é muito diferente. Nó somos “super-vencedores”, apesar de tudo o que o mundo e o diabo possam lançar sobre nós.

O “essas coisas” a que Paulo se refere, pode ser encontrado nos versos 33-35 de Romanos 8: "Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” – Grande parte dessas coisas são parte de uma vida comum de todos os homens regenerados.

Somos  mais que vencedores “apesar do acusador” – Somos vitoriosos sobre  tudo que desafia a nossa relação com Deus. Deus tendo nos Justificado, nada pode mudar isso, nada pode mudar sua mente. A justiça foi satisfeita em Cristo

Somos mais que vencedores apesar dos que nos condenam (v.34). Sobre os que dizem sermos indignos diante de Deus. Cristo morreu por nós na cruz e derramou seu sangue para nos salvar, e nada pode desfazer o que já foi feito na cruz!

Somos mais que vencedores em todos os atraques do mundo e satanás – Estes sempre foram inimigos dos filhos de Deus. Os ataques são frequentes e são graves. Apesar de tudo o que é lançado em nossa direção, nós ainda somos vitoriosos sobre todo o esforço para nos derrotar e nos destruir.


      Olhe para a lista de ataques aos filhos de Deus  nesta vida. (e ela é apenas uma amostra):


·       Tribulação - Este é dos problemas mais comuns que as pessoas enfrentam, João 16:33; 14:01 – “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo”. João 16:33“Não se turbe o vosso coração...” - João 14:1

·       Angústia - Literalmente, " estar num lugar estreito ". Significa ser cercado por circunstâncias aflitivas, preso, sem saída...

·       Perseguição - O sofrimento infligido por causa da nossa relação com Jesus.

·       Fome - A falta de recursos necessários. Um subproduto natural da perseguição.

·       Nudez - A falta de roupa adequada. Por estar em um estado de miséria. Este é também um subproduto da perseguição.

·       Perigo - A ameaça de perigo iminente e terrível.

·       Espada - A ameaça de assassinato. O frio instrumento de morte que enviou muitos crentes à eternidade.

·      
"Somos mais que vencedores não evitando essas coisas, mas por estar triunfando sobre elas por meio de Jesus Cristo. Nossa dor em nosso sofrimento é muito real, mas isso é propósito de Deus. Devemos lembrar que Seu plano para nossas vidas e o nosso plano para nossas vidas raramente é o mesmo plano. Aqui está o que Ele está fazendo:

Ø   Ele está Refinando Nossas Vidas - Assim como um ourives aquece o minério para remover as impurezas, Deus usa as provações e aflições da vida: “Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo” - 1 Pedro 1:7

Ø   Ele está refazendo Nossas Vidas – Cada dia somos menos como éramos e mais como Cristo é. Quando Ele terminar seu trabalho em nós, seremos a imagem do Senhor Jesus Cristo -  “Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos” - Romanos 8:29; - “Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” - Efésios 4:13


Ø   Ele está realinhando nossas vidas – Está nos fazendo ver que Sua glória é prioridade no Reino, e está nos levando a nos gloriarmos no que manifesta mais plenamente Sua glória, mesmo quando isso é a revelação e aceitação de nosso sofrimento: “Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou” - 2 Coríntios 12:8-11


O processo é muito doloroso, mas é muito necessário se Ele deve em tudo ser glorificado em nós. Devemos lembrar que Deus vai ser mais glorificado em nossas vidas quando estamos sendo purificados do que  se Ele nos permitisse viver uma vida de facilidades.

      Quando você ora mais? Quando a Bíblia se mostra e ensina mais profundamente? Quando você está mais propensos a buscar o Senhor? A resposta a todas estas perguntas é simples, e é universal. Estamos mais propensos a fazer estas coisas quando o calor sobe e a pressão aumenta! Isso é apenas a realidade, e é por isso que o Senhor envia provações em nosso caminho. Assim como leva tempo de calor e pressão para transformar carvão em diamantes, Deus toma as mesmas circunstâncias para transformar pecadores em santos!


Paulo nos diz que a única razão porque nós somos vitoriosos nesta vida é " por meio dele que nos amou ". A nossa vitória não se encontra dentro de nós mesmos, a nossa vitória repousa somente nEle!

Considere por um momento o que merecemos, “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor”. - Romanos 6:23“Eis que todas as almas são minhas; como o é a alma do pai, assim também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá” - Ezequiel 18:4


Em seguida, pense por um momento sobre a natureza do Seu amor por nós - “Por isso, o SENHOR esperará, para ter misericórdia de vós; e por isso se levantará, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é um Deus de eqüidade; bem-aventurados todos os que nele esperam”. -  Isaías 30:18

Então, pare e pense sobre o que Ele fez para provar seu amor por nós: “Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” - Romanos 5:8

O amor de Deus para Seus filhos é tão grande e tão profundo que Deus quer que saibamos que nada pode jamais nos separar de Seu grande amor por nós.

Os versos 38-39 são um comentário sobre a profundidade, largura, altura e comprimento do amor de Deus para Seus filhos. Paulo nos diz que nenhuma das coisas mencionadas nestes versos pode " nos separar" do amor de Deus.

      A palavra no versículo 38 significa "ter poder". Em outras palavras, nenhuma das coisas que as pessoas temem tanto tem qualquer poder para nos separar de Seu amor incrível.

      Quando passamos por essas coisas, precisamos ter a certeza em nossos corações que até mesmo as dores, tristezas e aflições da vida são a prova do amor de Deus para nós.

Paulo conhecia muito bem os tormentos da vida: “...em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes. Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez” - 2 Coríntios 11:23-27

No entanto, ele nos diz no verso 38 de Romanos 8 que ele " está convencido ". Essa frase está no " tempo perfeito ". Isso significa que Paulo está convencido, e nada pode mudar sua mente sobre o assunto.

Sua mente está sobre a mesma rocha que a de Paulo?

0 comentários:

Postar um comentário

 

Adoração!

Flickr Photostream

Sermões!

C. H. Spurgeon