Embriagado em compulsão por sexo, comprar, entretenimento...






E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. - 1 Pedro 4:7


Na vida cristã verdadeira não existe espaço para complacência. O evangelho é um chamado Maior ou não é Nada! Nosso mundo de hoje parece ciente de um mega apocalipse por vir. Filmes como o “Livro de Eli” mostram que nós estamos pensando em algum tipo de futuro apocalíptico – Há uma consciência de que algo está por vir no sentido de que o mundo não pode continuar como está para sempre. Havia algo importantíssimo para Eli durante sua jornada, mas seria importante se o mundo não estivesse em escombros?


O Credo Apostólico diz: “Ele virá pra julgar os vivos e os mortos”.


O que vamos fazer sobre isso agora? Servos de Deus veem tudo isso de maneira completamente diferente. A Bíblia não diz, “armazene água e comida e barras de ouro”. Ele diz: “Sede sóbrios e vigiai” – Essa lucidez é o oposto de um bêbado, embriagado em compulsão por sexo, comprar, ocupação, entretenimento... sem rumo.


Na Segundo Guerra mundial, um piloto chamado George McGovern, que se tornou depois Senador americano, voou nas chamadas fortalezas voadoras(B-24) sobre a Europa. Em uma missão o avião foi atingido e eles perderam alguns motores e estavam perdendo altitude rapidamente. Ele ordenou que a tripulação jogasse fora, no mar, tudo que pudessem para que tivessem chance de voltar para casa. E eles fizeram rapidamente.


Você poderia fazer o mesmo agora? Você teria dificuldade de jogar o que fora? Com o que devemos parar de nos preocupar, ou se apegar, se o fim está próximo? Numa das resoluções de Jonathan Edwards ele diz: “Resolvi não fazer nada que eu não fizesse se soubesse que este era o último dia da minha vida!”


Mesmo que o fim, a Volta de Cristo não aconteça durante sua vida, você está indo em direção a morte, é inexorável. Muitos que começaram saudáveis e cheios de sonhos em 2012, não chegaram ou chegarão a ver 2013. Foi o fim do mundo para eles. O fim do mundo é quando todos nós nos encontraremos com Deus – e isso, de qualquer forma, não está muito longe. O que importará então? E as coisas que não importarão naquele momento, não importam agora. Por isso Jesus disse: “E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem.” - Lucas 21:34-36


Urgência – Olhe o sentido claro para onde ela nos leva: “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. - 1 Pedro 4:7


Para Pedro a oração é um foco central do evangelho. É como nos preparamos para o futuro. Para ele isso é tão óbvio que não precisa de longas explicações para um homem regenerado. Ele assume que todos nós temos uma vida de oração. Mas muitas vezes nós não. É mais fácil para essa geração fazer qualquer coisa, menos orar. Nós planejamos. Nós organizamos. Nós estudamos. Discutimos... Temos tempo para todas as coisas “boas”. Mas não temos tempo para orar. O que é tomado como certo por Pedro, não é mais óbvio para nós. Porque não é óbvio? “...sede sóbrios e vigiai em oração.” - 1 Pedro 4:7 – Não oramos em casa, não oramos constantemente com a igreja nos cultos, não oramos... o que estamos fazendo que é tão urgente que não podemos estar vivendo assim em oração? Ah! Se soubéssemos que é o fim oraríamos?


Martyn Lloyd-Jones (Um dos maiores teólogos e pregadores do século XX, dizia que sempre falava a sua congregação que fossem coerentes. “Quando tudo está bem, muitos usam seu tempo para finais de semana na praia, viagens, entretenimento... Precisamos descansar, precisamos relaxar, precisamos escapar do stress diário... Ok,”  dizia Lloyd-Jones,  “mas sejam coerentes – quando  o infortúnio chegar, não liguem correndo para o pastor, não corram para os cultos... quando o filho estiver morrendo, quando você estiver morrendo, quando os negócios fracassarem, quando os dramas chegarem... vão refrescar a cabeça na praia, deem um mergulho, façam uma viagem, procurem entretenimentos...”


Sempre que viajo de avião e há turbulência, as pessoas começam suas orações... silêncio... quão fútil isso é. Orando? Isso não é oração de verdade! Nada pode ser mais patético do que quando o Titanic começa a afundar a banda começar a tocar "Mais perto quero estar de Ti" - Só depois do iceberg? Porque não estavam tocando e desejando isso antes?


Vida de oração. Orando sabiamente por estar crescendo na Palavra... É como os cristão se preparam para a vinda de Cristo... para seu encontro com Ele na morte... “E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração. - 1 Pedro 4:7 – Tua vida está cheia de coisas mais urgentes? O que você jogaria fora no fim, jogaria hoje? Se não jogaria, jogar no fim será inútil!






1 comentários:

  1. Olá nobre,

    Gostei muito do texto, posso replicá-lo em meu blog com as devidas referencias?

    Abraço!

    ResponderExcluir

 

Adoração!

Flickr Photostream

Sermões!

C. H. Spurgeon