Por que o homem é incapaz de crer?




O Véu, é a resposta do apóstolo Paulo: “Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. 2 Coríntios 4:3-4


Paulo diz que as estratégias e sabedoria humana são incapazes de sequer tocar a superfície desse problema do coração humano: “...não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos” - 2 Coríntios 4:2


Paulo diz que a resposta para a incapacidade do homem de crer está no véu espesso, fazendo suas mentes cegas para Deus. Devemos entender que não há nenhum véu sobre Jesus Cristo, nenhum véu sobre a Palavra, nenhum véu sobre a Verdade... O Cristo revelado na Palavra é lúcido e claro. Não há nenhum véu sobre o rosto dos Apóstolos (Usados para a revelação do Novo Testamento ) ou sobre os ministros que pregam fielmente a Palavra. Portanto a solução não pode estar na mudança dessas coisas.


Não há um véu sobre o evangelho que Paulo pregava, portanto, nenhum homem poderia protestar que ele mudasse, pois era a verdade clara, sem enigmas ou de forma ilógica. Que não podiam compreendê-lo ou acreditar por causa disso, e a verdade e a mensagem precisava ser adaptada.


Isto mostra como é banal querer adaptar o evangelho ao ouvinte para que ele possa crer. Porque o véu está nos ouvintes e não sobre o evangelho ou sobre quem o prega fielmente. O véu está posto sobre o não regenerado, não importando sua moralidade, inteligência... Podem ouvir o evangelho de novo e de novo e de novo... mas o homem irregenerado não pode ver na verdade divina nenhuma relevância.

Paulo diz que o homem natural em sua depravação, deliberadamente fechou os olhos para a luz que brilha no rosto de Cristo.  Eles sequer clamam a Deus dá-me visão, eles amam o véu, ele protege o homem natural do brilho revelador da verdade. O homem natural está feliz em sua cegueira porque ele ama as trevas: “a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más” (João 3.19).


O homem natural se contenta em viver cegamente em seu próprio mundo, imerso em seu ego, atrás do véu...


Isaías pregou a vinda de Cristo com pathos (Paixão) e com uma poesia maravilhosa, mas ele diz: "Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR? Isaías 53:1?" A resposta a essa pregação é a resposta de cegos: “não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos”. Isaías 53:2


A culpa não está na falta de veracidade, na falta de pathos da pregação de Isaías, as mentes cegas não podiam sequer ver aquele a de quem ele estava falando. Eram (como todo homem natural) orgulhosos e achavam suas mentes brilhantes e inteligentes, eles não viram nenhuma relevância na pregação de Isaías, mesmo reconhecendo que ele era um homem inteligente. E exatamente por acharem que Isaías era inteligente, pensavam que ele estava desperdiçando sua vida.


O problema estava em suas mentes em trevas, no véu espesso sobre ela. O problema era que eles viviam nas trevas, onde nada pode ser visto, e não a mensagem de Isaías.


Você pode perguntar: Por que eles estão cegos e nenhuma estratégia brilhante pode fazê-los ver relevância no que Deus vê? A resposta da Bíblia é direta: "o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos" (2Co 4.4).


Todo homem natural entregue a si mesmo rejeita a Verdade de Deus. Ela não é rejeitada apenas por ricos, mas pelos pobres também. Não rejeitada só por quem tem certo tipo psicológico, mas por todos os perfis psicológicos, inteligentes, ignorantes, de todas as raças, culturas... Todas as faixas etárias e econômicas, todas as sociedade, o tirânico e o tiranizado... todos sem exceção! É algo universal!


O “deus desse século cegou...” – “...os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”. (Efésios 6.12) – O véu que impede o homem de ver Cristo, também o impede de ver quem o cega. "O mundo inteiro está sob o poder do maligno", diz João (I Jo.5: 19).


Todo homem (que se diz livre), é mantido prisioneiro atrás das portas fechadas da escuridão espiritual e da incredulidade. Quando o homem assim ouve a Verdade, essa escuridão faz ele achar que tudo aquilo é muito simplista e irrelevante... O diabo não se preocupa se o homem vai acabar na sarjeta, com casamento ruim, sem dinheiro, ou numa relação errada... o desejo dele é que o homem acabe sem Cristo, e ele tem mil maneiras diferentes e até opostas de chegar até aí. Ele pode deixar um homem ser religioso e moral, frequentar uma igreja, ou se entreter numa igreja... contanto que não brilhe a luz da glória de Cristo que é a imagem de Deus sobre ele. Esse é o seu ÚNICO objetivo.

O homem é incapaz de crer!!

Agora, como o homem é liberto disso? Esse é um tema para um próximo artigo.


“Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. 2 Coríntios 4:3-4





0 comentários:

Postar um comentário

 

Adoração!

Flickr Photostream

Sermões!

C. H. Spurgeon